Arquivo | março 2011

Barely Legal – Bom o suficiente para Murray Conrad


A equipe de defesa sempre bom telegrafa mensagens sutis para potenciais jurados, eo Dr. Conrad Murray fez isso ontem em Santa Monica.

0330_conrad_murray_Splash
Como seus advogados estavam em baixa de LA escolher um júri que irá decidir se ele é criminalmente responsável pela morte de Michael Jackson, Dr. Murray ostentava orgulhosamente o número 18 – o número mágico que faz as pessoas mal legal.

Barely Legal é tudo o que deve tomar para obter uma absolvição.

Quem diria, os melhores consultores do júri na cidade foram Abercrombie and Fitch?

Fonte:TMZ

 

Juiz do caso Michael Jackson tem dificuldades em escolher jurados


Michael Jackson não para de virar notícia, nem morto. O juiz do caso, Michael Pastor, começou a fazer o processo para a escolha dos jurados do julgamento do caso da morte do cantor, mas a tarefa não está nada fácil.

Apesar de serem apenas 12 jurados, além de seis reservas, o juiz já rejeitou mais de 200 pessoas entrevistadas, pelo fato de saberem demais e terem muitas informações sobre o caso, o que colabora para não serem imparciais.

Michael Pastor espera que pelo menos até o dia 9 de maio, data do julgamento, tenha os 12 jurados do caso para decidir se o Dr. Conrad Murray, que tratou do rei do Pop durante alguns anos, é o principal responsável por sua morte.

Se for confirmado que Conrad Murray matou Michael Jackson, o médico deverá passar quatro anos atrás das grades. Porém, seus advogados já preparam uma nova defesa, dizendo que os médicos anteriores a ele teriam alimentado o vício do rei do Pop nos remédios.

 

Fonte: O fuxico

 

Propriedade de Michael Jackson resolveu reclamação de Vegas


A Propriedade de Michael Jackson estabeleceu um pedido apresentado pelo ex-proprietário de Michael Jackson em Las Vegas.

A Propriedade de Michael Jackson estabeleceu um pedido apresentado pelo ex-proprietário de Michael Jackson em Las Vegas.

Aner Iglesias apresentou um pedido de credor contra a propriedade e posteriormente ajuizou uma ação, alegando que MJ danificou a casa que ele alugou para o cantor em 2008-2009 até a quantia de 234.000 dólares.

Iglesias alegada que MJ danificou o exterior e o interior da casa, e estragou o sistema de telefone e alarme.

O caso foi resolvido por uma quantia não revelada de dinheiro.

 

Fonte: TMZ–


Filho mais velho de Michael Jackson está namorando


O garoto de 14 anos é o filho mais velho do Rei do Pop, Michael Jackson

 

Filho mais velho de Michael Jackson está namorando - Reprodução

O filho mais velho de Michael Jackson, Prince Michael, que acaba de fazer 14 anos, está namorando. Segundo o tio do garoto, Tito Jackson, contou à revista Life & Style, o namoro começou há uma ou duas semanas.

Prince conheceu a namorada na escola:

“Ele está na idade em que começa a notar as garotas bonitas e elas começam a notá-lo também”, disse o tio.

Mas a namorada não desviou a atenção do outro interesse de Prince:  Os esportes.

“Ele está no time de basquete e joga futebol americano também. Ele tem uma infância normal,” disse ainda o irmão de Michael.

Tito Jackson vai lançar seu primeiro álbum solo, So Far So Good, neste verão americano.

 

Fonte: O fuxico

 

Morre aos 79 anos a atriz Elizabeth Taylor


A atriz Elizabeth Taylor morreu na manhã desta quarta-feira, aos 79 anos, de insuficiência cardíaca congestiva.

 

A morte foi anunciada pela rede ABC e confirmada pelo filho da atriz, Michael Wilding, e pelo seu assessor.

O assessor de Taylor declarou que ela morreu “cercada por seus filhos: Michael Wilding, Christopher Wilding, Liza Todd e Maria Burton”. Taylor tinha ainda dez netos e quatro bisnetos.

Segundo a ABC, a família planeja realizar um funeral particular no final desta semana.

Divulgação
Rex Harrison e Elizabeth Taylor em cena do filme "Cleópatra", um dos clássicos de Liz; veja mais fotos
Rex Harrison e Elizabeth Taylor em cena do filme “Cleópatra”, um dos clássicos de Liz; veja mais fotos da atriz

“Apesar de ela ter sofrido diversas complicações, sua condição estava estável e era esperado que ela voltasse para casa em breve. Infelizmente, isso não aconteceu”, completou o assessor.

Seu filho Michael Wilding soltou o seguinte comunicado: “”Minha mãe foi uma mulher extraordinária que viveu a vida ao máximo com grande paixão, humor e amor. Apesar de sua perda ser devastadora, nós sempre seremos inspirados pela sua contribuição ao nosso mundo.”

A atriz estava internada no centro médico Cedars-Sinai, em Los Angeles, desde o início de fevereiro, com problemas no coração.

Taylor foi diagnosticada em 2004 com a doença que a vitimou. A insuficiência cardíaca congestiva é uma patologia que impede o coração de bombear sangue oxigenado suficiente para suprir as necessidades dos demais órgãos do corpo, o que gera uma sensação de fadiga, dificuldade de respirar, aumento de peso, entre outros problemas.

Em 2009, Taylor foi submetida a uma cirurgia para substituir uma válvula defeituosa no coração. Ela usava uma cadeira de rodas há mais de cinco anos para lidar com sua dor crônica. Vencedora de dois Oscar, Elizabeth Taylor foi operada de um tumor no cérebro em 1997.

Mario Anzuoni – 28.set.2006/Reuters
Elizabeth Taylor em um evento beneficente em Santa Monica, na Califórnia

Vida pessoal de Elizabeth Taylor ficou marcada por seus casamentos

A atriz Elizabeth Taylor marcou um período da história do cinema, mas também se tornou uma presença na mídia devido à sua vida pessoal.

Taylor nasceu em Hampstead, subúrbio londrino, no dia 27 de fevereiro de 1932, filha de um casal de norte-americanos. Seus pais resolveram voltar aos Estados Unidos quando ela tinha sete anos, temerosos da situação de guerra na qual a Europa entrava em 1939. Instalam-se em Los Angeles.

Ela começou a carreira ainda criança, quando um amigo de seus pais sugeriu que a pequena e bela Elizabeth fizesse um teste para cinema. Seu primeiro filme é “There’s One Born Every Minute”, de 1942.

Após algumas participações no cinema, ela ficou conhecida com “A Mocidade É Assim Mesmo” (1944), contracenando com Mickey Rooney, dos estúdios MGM. Após o trabalho, ela se tornou a principal estrela infantil do estúdio.

A produção britânica “Traidor” (1949) traz sua primeira performance em um papel adulto.

Divulgação
Elizabeth Taylor no papel de Cleópatra em versão para o cinema em 1963
Elizabeth Taylor no papel de Cleópatra em versão para o cinema em 1963

A atriz se casou pela primeira vez em 1950, aos 18 anos, com o playboy Nicky Hilton. O matrimônio durou 203 dias e terminou com agressões físicas e verbais, depois de uma lua de mel de três meses na Europa.

Dois anos depois, Taylor casou com o ídolo britânico Michael Wilding, 19 anos mais velho. Eles tiveram dois filhos, Michael Jr. e Christopher.

Em 1954, Taylor, já uma estrela, trabalhou nos filmes “Rhapsody” (1954), “Beau Brummell” (1954), “A Última Vez que Vi Paris” (1954) e “Elephant Walk” (1954).

Em seguida, ela contracenou com James Dean no filme “Assim Caminha a Humanidade”(1956). Dean morreu em um acidente de carro em 1955, antes da estreia do filme.

Apesar da atriz ter afirmado que Wilding representou estabilidade para sua vida, ela pediu o divórcio em 1956. Poucos dias depois da separação, o produtor Michael Todd, 49, a propôs em casamento e se tornou seu terceiro marido. Ele foi o primeiro grande amor da estrela. O casal teve uma filha, Elizabeth Frances, em agosto de 1957, mas sete meses depois Todd morreu em um acidente de avião, no qual Taylor não embarcou devido a uma gripe.

Devastada, Taylor foi acompanhada no funeral de Todd pelo melhor amigo do produtor, o cantor Eddie Fisher, cuja esposa Debbie Reynolds permaneceu na Califórnia para cuidar dos filhos da colega.

De viúva de luto a destruidora de lares, Taylor roubou Fisher de Reynolds em um relacionamento que escandalizou a América puritana. Eles casaram em 1959, mas a revolta do público quase matou a ascendente carreira de Elizabeth Taylor. Ela havia acabado de filmar o clássico “Gata em Teto de Zinco Quente” (1958), com Paul Newman.

Ela conseguiu superar os problemas e participou de “De Repente no Último Verão” em 1959 com Katharine Hepburn e Montgomery Clift. No ano seguinte, ela recebeu o primeiro Oscar de melhor atriz pelo papel de garota de programa em “Disque Butterfield 8″. A lenda diz que Taylor odiou o resultado do filme.

Em 1960, Taylor se torna a atriz mais bem paga da época ao assinar o contrato com a 20th Century Fox para interpretar Cleópatra no filme que seria lançado três anos mais tarde. Com o épico, ela foi a primeira atriz a receber o cachê de US$ 1 milhão por um filme.

O filme foi um fracasso retumbante, mas foi responsável por um romance que foi manchete em todo o mundo: Taylor e seu companheiro de cena, Burton, que era casado. Eles casaram em março de 1964 em Montreal. Na época filmavam “Quem Tem Medo de Virginia Woolf?”, o retrato de um casamento abalado pela bebida e amargura.

Ela e Burton se divorciaram em 1974, mas casaram outra vez em 1975 para se separarem definitivamente em 1976. Enquanto ainda era casada com Burton, Taylor inicia um caso com o embaixador iraniano nos EUA, Ardeshir Zahedi.

Após o divórcio, ela se casou ainda com John Warner e Larry Fortensky, seu último marido, de quem se divorciou em 1996.

Taylor também ficou conhecida por sua amizade com o polêmico Michael Jackson e por seus trabalhos para ajudar infectados pelo vírus HIV. Em 2009, ela esteve no funeral do cantor.

Em 1980, a atriz foi internada para tratar dependência de álcool. Dois anos depois, estreia nos palcos da Broadway, no espetáculo “The Little Foxes”.

A saúde da atriz era motivo de preocupação há algum tempo. Em 1997, ela retirou um tumor do cérebro. Em 2002, passou por um tratamento contra câncer de pele.

Ela foi diagnosticada em 2004 com Insuficiência Cardíaca Congestiva, uma patologia que impede o coração de bombear sangue oxigenado suficiente para suprir as necessidades dos demais órgãos do corpo, o que gera uma sensação de fadiga, dificuldade de respirar, aumento de peso, entre outros problemas.

Em 2009, foi submetida a uma cirurgia para substituir uma válvula defeituosa no coração. Ela usava uma cadeira de rodas há mais de cinco anos para lidar com sua dor crônica.

Em abril de 2010 o boato de que Taylor havia se casado pela nova vez, com Jason Winters, empresário de Janet Jackson, se espalhou por Hollywood.

Mais uma vez, a veterana de olhos violeta usou a rede social para negar o suposto matrimônio.

Em entrevista, quando tinha 72 anos, a atriz afirmou não temer a morte.

 

Fonte:  Folha

 

 

Pai de Michael Jackson pede nova investigação federal sobre a morte do filho



O pai do astro pop americano Michael Jackson, morto em 2009, pediu à Justiça americana uma nova investigação federal sobre a morte de seu filho. Joseph Jackson acredita que a morte de Michael foi fruto de uma conspiração.

Em entrevista a Agência Reuters, Joseph afirma que o médico do cantor, Conrad Murray, suspeito de causar a morte do artista, não agiu sozinho e é “nada mais do que o sujeito que leva a culpa em nome de outros”.

Joseph revelou ainda que Michael Jackson teria avisado à família que seria morto pelos direitos sobre dois grandes sucessos de sua carreira, as músicas Billie Jean e Thriller.

Conrad Murray irá a Júri Popular pela suspeita de homicídio, e na próxima semana terá início a escolha dos jurados que decidirão sobre a culpa ou inocência do médico.

 

Fonte: Site “O repórter “

 

Continua impasse na casa de Michael Jackson


 

Alejandra Jackson – a  posseira, que vive em Jackson família Katherine Katherine compostos contra a vontade – acaba de comprar mais tempo em casa, graças a uma decisão do juiz.

Alejandra – a mãe do filho  de ambos Randy Jackson e Jermaine – tem estado a viver no complexo Encino por quase 20 anos. A propriedade a quer fora e ofereceu-lhe um condomínio em mover-nos condição, mas Alejandra não se moveu.

Imóveis advogado Howard Weitzman, disse o obstáculo em que o movimento era que Alejandra se recusou a assinar um acordo de confidencialidade e afirma que ela está em processo de hocking um livro que conta tudo. Alejandra se recusou a assinar o acordo e também a exigir dinheiro para além do condomínio …

0315_jackson_house_AP
O juiz apenas determinou que Alejandra poderia ficar na casa por mais um mês, até que haja um julgamento completo para saber se ela pode ser despejada.

data do julgamento é 14 de abril.

 

Fonte: TMZ