Arquivos

Pai de Michael Jackson pede nova investigação federal sobre a morte do filho



O pai do astro pop americano Michael Jackson, morto em 2009, pediu à Justiça americana uma nova investigação federal sobre a morte de seu filho. Joseph Jackson acredita que a morte de Michael foi fruto de uma conspiração.

Em entrevista a Agência Reuters, Joseph afirma que o médico do cantor, Conrad Murray, suspeito de causar a morte do artista, não agiu sozinho e é “nada mais do que o sujeito que leva a culpa em nome de outros”.

Joseph revelou ainda que Michael Jackson teria avisado à família que seria morto pelos direitos sobre dois grandes sucessos de sua carreira, as músicas Billie Jean e Thriller.

Conrad Murray irá a Júri Popular pela suspeita de homicídio, e na próxima semana terá início a escolha dos jurados que decidirão sobre a culpa ou inocência do médico.

 

Fonte: Site “O repórter “

 

Anúncios

Pai de Michael Jackson investe no parque “Happyland” no Vietnã


O pai de Michael Jackson participou nesta segunda-feira (14) da cerimônia de início da construção do Happyland, um complexo hoteleiro e de entretenimento avaliado em US$ 2 bilhões no sul do Vietnã.

Joe Jackson, 82 anos, assinou no último sábado o acordo pelo qual participará da construção de um hotel cinco estrelas no Happyland, que será erguido na província de Long An, perto da cidade Ho Chi Minh, a antiga Saigon.

Durante a cerimônia de início das obras, transmitida ao vivo pela televisão vietnamita, Jackson disse: “meu desejo é promover este projeto a todos os amigos do mundo para que compreendam melhor seu país”.

Diante das câmeras, Jackson lembrou do filho, que morreu em 2009, sobre quem disse que “viveu para fazer feliz o povo e estou orgulhoso por poder manter isto, fazendo mais felizes os vietnamitas”.

O hotel no qual Jackson investirá será construído em uma área de 15 hectares, segundo indicou o jornal digital VnExpress.

Happyland, cujo promotor principal, o grupo Khang Thong, comparou com a Disneylândia, terá um parque aquático, estúdios cinematográficos, vias fluviais, teatros e restaurantes.

Durante a cerimônia, o vice-primeiro-ministro vietnamita Nguyen Thien Nhan revelou que Happyland será “o maior projeto turístico do sul do Vietnã e do sudeste Asiático”.

As autoridades do país preveem que Happyland abrirá as portas em 2014 e receberá por ano 14 milhões de visitantes, sendo 3 milhões estrangeiros.

 

Fonte: Terra


Conrad Murray para Joe Jackson: Você está Outta Here!


Dr. Conrad Murray advogado s apresentou uma moção para destituir Joe Jackson processo de morte por negligência contra ele … TMZ aprendeu.

0119_conrad_joe_EX_TMZ_01

O advogado Murray, Charles Peckham, afirma o advogado Joe perdeu o estatuto de limitações e, portanto, o caso -, centrando-se na morte de Michael Jackson – deve ser jogado fora.

Peckham afirma o advogado de Joe, Brian Oxman, entrou com a ação 158 dias após o prazo de 1 ano.

TMZ

Joe Jackson conhece projetos desenvolvidos em S.Caetano




Joe Jackson, pai do maior ícone da música pop de todos os tempos, conheceu a cidade de São Caetano nesta quarta-feira. Em visita ao Brasil para disseminar o modelo e, no futuro, talvez instalar no País a Jackson”s Foundation e promover o livro “O que realmente aconteceu com Michael Jackson”, Joe visitou a Fundação das Artes.

Sobre a cidade, o patriarca da família Jackson observou que se surpreendeu positivamente com o que encontrou. Ele destacou que, pelo pouco tempo que passou no município, pôde notar uma intenção muito boa da Administração Municipal em lidar com as questões sociais. “Lá fora, muitos acham que não existem no Brasil trabalhos eficazes como o que encontrei aqui para tratar especialmente com os jovens.”

Em relação ao plano de trazer ao País um núcleo da Fundação que leva o nome de sua família, Jackson explicou que o projeto encontra-se em fase preliminar de estudos. Para utilizar como modelo, ele resolveu conhecer alguns programas bem-sucedidos que misturam as áreas social e cultural desenvolvidos pela Prefeitura de São Caetano.

“É preciso sentir as reais necessidades do Brasil para atendermos o maior número de pessoas possível. Podemos criar algo novo ou aperfeiçoar o que já existe”, ressaltou.

Honra – Após apresentar os programas da Fundação das Artes ao pai de Michael Jackson, a diretora da instituição, Liana Crocco, disse que é muito importante para a unidade receber em suas dependências uma figura como Joe Jackson. “Ele viu que nosso trabalho é bem feito, de grande valor, e que pode servir de modelo para muitas localidades.”

 

Fonte: DIÁRIO DO GRANDE ABC

 


Pai de Michael Jackson pedirá que Obama anule o testamento do filho


Conspiração, injustiça e muita grana. São esses os elementos que não podem faltar para explicar O Que Realmente Aconteceu a Michael Jackson. Escrito por Leonard Rowe, amigo do Rei do Pop, o livro expõe seu ponto de vista sobre os bastidores da overdose que tirou o astro precocemente de cena, aos 50 anos, em 25 de junho de 2009.

Em entrevista exclusiva, Joe Jackson, 82 anos, pai de MJ, e o autor contaram a O Dia que pretendem acionar o presidente americano Barack Obama para que ele interfira no processo que fez com que a família Jackson perdesse os direitos sobre todo o catálogo de músicas do cantor, avaliado em US$ 1 bilhão.

“As evidências me levam a crer que ele foi vítima de uma conspiração. Não só para obterem o dinheiro dele, mas o nome Michael Jackson também. Eles sabiam que só conseguiriam isso com a morte dele”, argumenta Rowe, que, no livro, exibe cópias dos documentos assinados por Jacko. “Michael concordou em fazer 10 shows. No dia seguinte, descobriu que tinham vendido ingressos para 50. Ele nunca concordou com isso. As cláusulas do contrato diziam que, se ele falhasse, perderia tudo”, afirma ele.

Os dias que antecederam a morte


Segundo Joe Jackson, essa era principal preocupação do filho dias antes de sua morte. “Não me lembro o dia, mas fui visitá-lo. Ele queria ter certeza de que seus filhos ficariam bem”, recorda o patriarca dos Jackson. Rowe vai além. “Ele queria mudar as datas para que tivesse tempo de se restabelecer. Estava aborrecido, sendo pressionado a fazer uma quantidade de shows que não tinha combinado”, continua o autor de O Que Realmente Aconteceu a Michael Jackson.

Mas, afinal, que problemas o ídolo estava enfrentando? “A mídia quer sempre dizer que ele tinha problemas com drogas. Michael teve uma queimadura na cabeça, anos atrás, e tomava analgésicos. A AEG (empresa responsável pela turnê This Is It) colocou um médico (Dr. Conrad Murray), que recebia ordens de Randy Phillips na casa de Michael para preservar sua saúde. E deram alguma coisa a ele. Esse médico fez o que todos queriam”, acusa Rowe, com veemência. “Eu quero justiça! Michael não tomou uma overdose. Foi o médico que lhe deu uma”, defende Joe.

O pai de Michael Jackson está empenhado em chegar até o presidente dos Estados Unidos para virar o jogo, se preciso. “Seria bom se o presidente daqui ligasse para o meu”, sugere Joe. Já Rowe acha complicado o envolvimento de Obama no drama da família. “Só o governo federal poderia intervir. A corte da Califórnia é corrupta e não aceita nossas reivindicações. Para Obama lutar por Michael ele teria que enfrentar forças poderosas dos EUA. Isso poderia prejudicar sua reeleição. A América é conhecida por casos de conspiração. Aconteceu com Martin Luther King e Marilyn Monroe, que tiveram mortes misteriosas”, lembra Rowe.

Surras dadas pelo pai e diversas plásticas

Normalmente apontado como vilão da família Jackson, pelas conhecidas surras que costumava dar nos filhos, o pai de Michael se defende das acusações e comenta as plásticas do astro. “Tive que criar nove filhos em um lugar pequeno, corruptível. Mas eles nunca se meteram em confusão, nem se desviaram. E foram criados da mesma forma. Michael dizia que nunca teve infância, mas tinha os irmãos”, resume Joe, que não vê nada demais nas interferências cirúrgicas do filho, que terminaram por desfigurá-lo. “Não foi Michael que inventou a cirurgia plástica. Já faziam antes dele. Por que isso é um grande problema? Ele tinha dinheiro e fez o que quis”, minimiza.

Segundo Leonard Rowe, transformar Joe em um monstro também faz parte de um plano para afastá-lo da fortuna do filho. “O motivo pelo qual eles querem transformar o senhor Jackson em mostro é um só: assim eles podem roubar sua família. Todos preferem tê-lo como uma pessoa má, fazem de propósito, para pensarmos que Joe não merece ficar com nada”, diz o autor, alegando que o testamento de Michael Jackson é falso. “No dia em que o testamento foi assinado em Los Angeles, o Michael estava em Nova York. Temos provas disso”, acrescenta.

Fonte: Terra

Joe Jackson Compromises reclamação de morte dolosa


***

 

Joe Jackson pode ter acabado cavou um buraco para a China durante uma aparição na TV no Brasil …dizendo o anfitrião Michael Jackson “nunca me apoiaram.”

Durante a entrevista em “Hoje em Dia”, o entrevistador incorretamente disse: “De acordo com o TMZ, que estariam sendo apoiados por Michael.” Joe respondeu: “Não, ele nunca me apoiaram.”

A declaração de moscas na cara de seu crédito no caso Estate Michael Jackson … que Michael realmente apoiá-lo – é por isso que Joe pediu um subsídio.

Ainda mais grave de Joe, admitindo MJ nunca o apoiou, poderia comprometer gravemente o seu processo de morte por negligência contra o Dr. Conrad Murray. Declaração de Joe poderia limitar severamente o seu pedido monetária, porque agora ele não pode mostrar que ele perdeu dinheiro quando Michael morreu.

TMZ relatado anteriormente,  Michael não apoiar o seu pai, mas ele deu Katherine $ 50.000 – $ 66.000 por mês … e ela, então, usar esse dinheiro para pagar por despesas vivas, Joe .

Michael também cortou Joe para fora de sua vontade.

 

Fonte: TMZ e YouTube

***

Michael Jackson processo legal da morte erróneo refiled


Se no início você não conseguirJoe Jackson refiled o Michael Jackson processo de morte por negligência contra o Dr. Conrad Murray . Conrad Murray.

Michael Jackson processo legal da morte erróneo

Um juiz federal jogou para fora alegação de Joe, o acórdão do caso deveria ter sido apresentado em um tribunal do estado da Califórnia. Então, o advogado de Joe tem agora refiled o caso da Corte Superior do Condado de Los Angeles.

Joe está alegando que o Dr. Murray foi negligente na administração do Propofol, que matou o cantor.

Joe também está processando Applied Pharmacy Services em Las Vegas, que vendeu a droga para Murray.

 

Fonte: TMZ